São Paulo - O ano de 2014 não foi fácil para passageiros de voos dos Estados Unidos, que tiveram de enfrentar não apenas o mau tempo, mas também a má prestação de serviços por parte das companhias aéreas. Os voos atrasados, a perda de bagagens e as reclamações aumentaram. No ano passado, as companhias americanas cancelaram 66 mil voos a mais do que em 2013, segundo a empresa FlightStats Inc. Já as reclamações sobre os serviços das empresas aumentaram 26%. Com a aposta em um ano de altos lucros e menor custo com combustível, as companhias têm investido em novas tecnologias para aumentar a confiabilidade, mas os números do ano passado mostram que o transporte aéreo dos EUA ainda é frágil. Algumas falhas fizeram com que passageiros ficassem em terra por dias e equipamentos antigos têm falhado com mais frequência. Nesse contexto, o ranking anual The Middle Seat, divulgado pelo The Wall Street Journal, que acompanha sete medidas-chave de desempenho, classificou as 8 maiores empresas aéreas dos EUA em 2014.  A Alaska Airlines e a Virgin American obtiveram as melhores classificações. A Alaska investiu em tecnologia de localização por satélite, que ajuda voos em caso de nevoeiro, além da garantia de entrega de bagagem em 20 minutos. Já a Virgin investiu em um programa de incentivo aos funcionários que oferece bônus de 3% para pontuações em áreas como satisfação dos clientes, operações de aeronaves e segurança e performance imediata. Pelo quarto ano consecutivo, a United e a American Airlines ocupam as duas últimas posições do ranking Os critérios avaliados foram chegadas no horário, voos cancelados, grandes atrasos, atrasos de duas horas na pista, babagem danificada, bumping involuntário (quando a companhia proíbe o passageiro de embarcar, após vender mais assentos que o disponível no voo) e reclamações. Veja a lista nas imagens a seguir, ordenadas da melhor para a pior companhia, segundo o ranking:
A tão esperada viagem ao exterior, seja a lazer ou negócios, não pode ficar exposta a riscos desnecessários. Contratando o seguro viagem internacional do Itaú, você estará protegido contra imprevistos e poderá aproveitar as belezas e pontos turísticos do seu destino. Pode ser no Chile, México, Alemanha, Japão e tantos outros, com o seguro internacional do Itaú, a assistência e suporte estão garantidos.
Ao embarcar para a viagem é fundamente ter, em local acessível, os dados de contato da seguradora contratada e número do contrato. Preferencialmente, deixe esses dados também com alguém no Brasil. Caso você mesmo possa solicitar o atendimento, ligue na operadora de seguro, explique a sua situação e aguarde instruções. O meio mais comum para entrar em contato com a seguradora é o telefone.
Acidentes e doenças podem acometer qualquer viajante, independente da experiência. E se o problema for grave, o custo do tratamento no exterior (a depender do país de destino) pode ser bem caro! Nem todos os países (na verdade, a maioria deles) atende gratuitamente estrangeiros na rede de saúde. Será necessário pagar por consultas médicas, remédio e, em casos mais graves, transporte de ambulância e internação. Não vale correr o risco e falir pela economia de não fazer um seguro de viagem antes de embarcar. O seguro vale também para outros tipos de serviços, como extravio de bagagem, remarcação de passagem, assistência jurídica e até repatriação do corpo em caso de morte.
Atualmente, a malha aérea da Alaska Airlines serve a vários destinos nacionais e internacionais, desde os seus hubs principais: Seatlle e Anchorage para Acapulco, Anchorage, Adak, Atlanta, Austin, Barrow, Bellingham, Bethel, Boise, Boston, Burbank, Calgary, Cancún, Chicago, Cidade do México, Cordova, Dallas, Deadhorse/Prudhoe Bay, Denver, Dillingham, Fairbanks, Filadélfia, Fort Lauderdale, Guadalajara, Gustavus, Honolulu, Istapa, Juneau, Kahului, Kansas City, Ketichkan, King Salmon, Kodiak, Kona, Kotzebue, Las Vegas, Lihue, Long Beach, Los Angeles, Manyanillo, Mazatlán, Miami, Mineápolis, Newark, Nome, Oakland, Ontário, Orlando, Palm Springs, Petersburgo, Phoenix, Portland, Puerto Vallarta, Redmond, Reno, S. Louis, Sacramento, Salt Lake City, San Antônio, San Diego, San José del Cabo, San Jose, Santa Ana, São Francisco, Seattle, Sittka, Spokane, Tucson, Vancouver, Washington D. C., Wrangell e Yakutat, onde há outras ligações possíveis.
×